♒ senǒid’ aqua ♒

intro

“Ninguém entra em um mesmo rio uma segunda vez, pois quando isso acontece já não se é o mesmo, assim como as águas que já serão outras”. Heráclito (aprox. 535 a.C. – 475 a.C.)

iamamiwhoami _ Hunting For Pearls _ 2014

A sueca Jonna Lee satura de temática aquática seu novo álbum Blue. “O álbum está completamente encharcado de água”, diz ela. “É uma metáfora para o mundo digital e as qualidades da água, como a força que move as coisas para frente. O mundo digital é como um imenso oceano e há muito para se descobrir.”

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

MLO _ Aqua _ (1 Hour, 1 Minute, 1 Second – 1994)

Quando o ecstasy chegou ao Brasil a água se tornou a bebida mais reverenciada. Pura, cristalina, transparente e hidratante, fez o álcool parecer desnecessário, e assim foi por uns dois anos. Em algum momento essa mensagem se perdeu.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

The Future Sound Of London _ Cascade 3 _ 1993

Cascata de outra dimensão em câmera lenta.

oxbow

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

The Orb _ Oxbow Lakes _ (Orbus Terrarum – 1995) _ [ISLAND]

Um lago em ferradura (ou oxbow lake em inglês) é um pequeno lago em forma de U que se forma na curva de um meandro abandonado de um canal fluvial. Se forma em geral quando o rio corta o “pescoço” de um meandro encurtando seu curso, o que faz com que o antigo canal fique rapidamente bloqueado, e logo se separe do canal. Se só se corta uma curva, o lago formado terá forma de meia lua, enquanto que se ficam isoladas mais de uma curva, o lago terá forma serpenteada.

Tomita _ Gardens In The Rain_ (Snowflakes Are Dancing – 1974)

Claude Debussy compôs Jardins Sous La Pluie (Estampes. III) em 1903 para descrever uma tempestade em um jardim de Orbec na França, os sons do vento e a fluência de gotas caindo. Setenta anos depois, Isao Tomita revelou a psicodelia fractal de Debussy ao transpor a obra do piano ao sintetizador.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Eurythmics _ Here Comes The Rain Again _ 1983

Debussy mostrou e o caminho e o século 20 repercutiu as sequências de notas repetidas que encharcam o campo sonoro; do minimalismo ao synth pop ao trance.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Locust _ Summer Rain _ (Morning Light – 1997) _ [APOLLO]

Um microsystem, uma toalha colorida, amigos e loucurinhas. Uma chuva rápida pra refrescar, grama verde e arco-íris :)

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Moby _ The Rain Falls And The Sky Shudders _ (Move – 1993) _ [MUTE]

Lembra a introdução de Riders On The Storm do The Doors, só que mais delicada, meio japonesa e distante como as ruas de Nova York vista de um arranha-céu; dá para ouvir as buzinas dos táxis.

grace

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Grace Jones _ Walking In The Rain _ (Nightclubbing – 1981)

Poucos sabem que a canção foi originalmente composta e gravada pela banda australiana Flesh & The Pan três anos antes de Grace. Mas é na colocação fria de Jones que a música encontra seu melhor fluxo.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Blue Pearl _ Naked In The Rain _ 1990

Produzida por Graham Massey do 808 State, Blue Pearl é a pré-Corona que chegou ao 4º lugar dos singles mais vendidos em UK e 5º nos EUA; um rave pop monstro que evoca a dança nua na chuva pela FM » come and wash away the pain, step into the blessed rain, cool the fire in your soul, the rain will make you whole

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

God Within _ Raincry (Submerged) _ 1993 _ [HARDKISS]

A intricada e hipnótica base percussiva de repente se abre para um canto de chuva africano, grand piano e sintetizadores que parecem descer das alturas para depois se elevarem novamente. Gratidão!  

Björk _ Oceania _ (Medúlla – 2004)

a um suspiro da mãe Oceania
seus pés ágeis deixam impressões em minhas areias
você tem feito o bem para os seus próprios
desde que deixou seu abraço molhado e rastejou na praia
todo menino é uma cobra é um lírio
toda pérola é um lince é uma menina
como doce harmonia transformada em carne
você dança junto a mim, crianças sublimam
você me mostra continentes, eu vejo as ilhas
você conta os séculos, eu pisco meus olhos
falcões e pardais correm em minhas águas
raias estão flutuando pelo céu
pequenos, meus filhos e minhas filhas
seu suor é salgado
eu sou o porquê

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Marli _ Enchente (Lagosta Tóxica Remix) _ 2013

Em 2013 Marli revelou seu lado seapunk no álbum Maremotrix, dedicado às águas nervosas: enchente, água parada, tsunami, baleias e piratas. Entenda que é ela a precursora do vaporwave no mundo, uma década antes do termo existir.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Uakti / Philip Glass _ Paru River _ (Águas Da Amazônia – 1999)

Composta originalmente por Philip Glass para um balé do Grupo Corpo (MG) e executada pelo grupo brasileiro Uakti. Cada música do álbum representa um rio do Amazonas.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Seahawks _ Pyramid Lake _ (Aquadisco – 2012) _ [OCEAN MOON]

Todos os álbuns e EPs da dupla contém biossistemas da Era de Aquário. 

Intrusion _ Seduction _ 2009 _ [ECHOSPACE]

A interpretação do coletivo de videomakers alemão The29Nov para este dub techno é inspirada na arte do álbum. Imagem e música combinados para o máximo de frescor.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Brian Eno & Daniel Lanois _ Sirens _ (Music For Films 3 – 1988) _ [OPAL]

Nas palavras de Eno: “Se eu tivesse que dar uma única definição para a música ambient diria que se trata de música imersiva, mais que narrativa.” Além de Sereias, outra de Eno que poderia integrar esta lista é a mágica Little Fishes de 1975.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

James Bernard _ Mars Rain _ (Atmospherics – 1994) _ [RISING HIGH]

Paisagens interplanetárias e a forte influência de Brian Eno na primeira metade da década de 90. (Ouça a atmosfera nos graves).

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Dreamfish _ Under Water _ 1993 _ [FAX +49-69/450464]

Dois mestres do ambient juntos: Peter Kuhlmann & Mixmaster Morris.
Nada é mais profundo do que um peixe imaginário.

Meditation Y.S. _ Aqua Grey _ (The Divine Comp. – 1995) _ [APOLLO]

* * * uma crise hídrica tão intensa e desgastante que depois de superada mudará o nome do planeta para Água e determinará o fim do territorialismo * * *

Apollo, o subselo do grande belga R&S oferece uma vasta antologia de temas aquáticos, aéreos e etéreos.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Gater _ Water _ (Larry Tee presents Electroclash Comp. Vol. 2 – 2003)

consequência da ganância e da alienação »
we turn our backs, when they cry we play blind [...]
save yourself, fuck your friends until they die [...]
DON’T TOUCH THE WATER, DROWNING IN DISORDER !!

earth

Senǒide » A Música no ESPAÇO

auralização - hemi_anech - 640

Qual seria o próximo passo para a música? Que barreiras tecnológicas poderiam ser superadas na eletrônica popular e em outras linguagens relacionadas? Certa vez, na Space Of Sound, uma boate gigantesca em Madri (1600 m²), ouvi o DJ mixar uma música que vinha dos confins do galpão e se mesclava à que estava tocando na pista. Demorei para compreender o que estava acontecendo naquele espaço – “Isso é pós-música!” – comentei com uma amiga, chocado. Eu havia acabado de escutar uma mixagem quadrafônica (em 4 canais), sistema idealizado na década de 1940 que não chegou a se popularizar. Era a música além da estereofonia.

» Continue lendo esta matéria

Senǒide » Música e Política nº 04: DISTOPIA

industry4

Na virada dos anos 70 para os 80, o movimento hippie havia sido completamente fagocitado pelo capitalismo, John Lennon era assassinado; a disco era chutada de volta para os guetos; a amoralidade e a agressividade do punk permitiam que o velho machismo se manifestasse. Khomeini, Thatcher, Reagan; Guerra Fria e ditaduras latino-americanas ainda vigentes; Guerra das Malvinas, Beirute, Irã x Iraque, conflitos na Líbia e no Líbano – os jornais eram bombardeados por imagens de um mundo desesperançoso e clamoroso de morte.

» Continue lendo esta matéria

Senǒide » Música e Política nº 03: A pista CONCLAMA!

liberation2

Capa do 12″ de Liberation

 

POLÍTICA VIRA METAFÍSICA

Não há período mais utópico para a música ‘eletrônica’ do que o começo dos 90 – principalmente por volta de 92/93. O ecstasy brindava a aliança musical entre Europa e EUA, a ‘eletrônica’ negra e branca se entrelaçavam; Reagan, Thatcher e URSS saíam de cena, caía o Muro de Berlim e aquela estética bélica dos anos 70/80 perdia o sentido; Mandela era libertado, o computador pessoal chegava às casas e a consciência ecológica dava um salto considerável. Essa onda de otimismo podia ser ouvida na música de Jam & Spoon, CJ Bolland, Humate, Orbital, Underworld, Gypsy, Leftfield, X-Press 2, e dezenas de one-hit wonders. Tudo apontava para cima » UPLIFTING (elevado, planante) era o termo que melhor descrevia o movimento das simples estruturas musicais que subiam progressivamente e lá permaneciam.

» Continue lendo esta matéria

Senǒide » Música e Política nº 02: Plat Du Jour

MATTHEW HERBERT

Segundo o ecologista indiano Satish Kumar, comer alimentos apropriados é parte da solução de problemas como o aquecimento global e a fome mundial: “Perdemos o controle das origens dos alimentos; a maioria de nós não sabe dizer como a comida é distribuída, tarifada, ou mesmo como é preparada.

» Continue lendo esta matéria