Pablo Jorge

sets

03 de Agosto de 2011
db113 PJ Waldman
14 de Outubro de 2011
Sunset @ Déjà vu, Bali
05 de Março de 2012
Não Faixxx a Egípcia (Farao's DJ Set)
19 de Março de 2012
Insomnia 9 Anos - DJ Set
27 de agosto de 2012
Tu Di Bão
18 de outubro de 2012
Back to Techno
20 de fevereiro de 2013
Pablo Jorge Is In The House
26 de fevereiro de 2013
Jorgismo Vol. 1
04 de março de 2013
Jorgismo Vol.2
13 de março de 2013
Jorgismo Vol. 3 - Especial Conclave de Sol

galerias

bio + info sets

Artista multimídia, filho de artista plástica; desde cedo Pablo Jorge convive com arte das mais diversas formas. Seu pai é amante da disco music e da época do vinil. Quando criança, PJ ganhava discos nas datas comemorativas. Ganhou seu primeiro toca discos por volta dos seis anos de idade. Dali em diante o contato com a música foi inevitável.
Através de seu pai, acompanhou a disco music. PJ, porém, na época gostava mesmo de dub, rock e punk, e do hip hop que efervesciam nos anos 80. Viu o surgimento da música eletrônica no Sul do Brasil – morando em Porto Alegre, Balneário Camboriú e Curitiba até se mudar para São Paulo, onde mora desde 1996.
Seu contato com música eletrônica de pista começou realmente na rave da marca de cigarros em 1992 , onde Moby, Altern8 e Mau Mau mudaram sua ideia de como poderia ser a música. Desde então, esteve envolvido com diversos núcleos de festas e produção de música eletrônica: o início das festas especializadas em Porto Alegre no começo dos anos 90, o núcleo Full Moon, Quarta Quebrada e Fusion, projetos que levaram a música eletrônica underground ao público gaúcho numa época onde essa cultura era pouco difundida. Junto com ele: Alessandra Marder, Dani Breaks, Luciano Araujo e vários DJs locais viveram esse despertar da música eletrônica no sul do país.
Em Curitiba frequentava o Legends e o Circus, único after hours da capital paranaense na época. Entretanto, foi em São Paulo, que PJ realmente descobriu a cultura dos grandes clubes e a indústria fomentada pela música. No final dos anos 90 em São Paulo, seu envolvimento com o techno foi bastante expressivo. Ajudou a desenvolver uma cultura transgressora junto com Miguel Fusco, Ronaldo Vetro, Rogério Dirruba, Mara Bruiser e Marcus Murdarah, entre outros.
Em 2005 cursou Universidade de Música e descobriu o mundo dos softwares para produção musical. Até então, PJ usava um groovebox, drum machines e sintetizadores. Na faculdade, conheceu Gabriel Rocca e Thiago Peduti, que lhe ensinaram o básico do Ableton Live e Logic. Assim, Pablo Waldman começava sua jornada nos estudos de produção musical.
Outros professores importantes para a carreira de Pablo foram: Thomas Gruetzmacher (Composiçao Musical), Erick Mark (História da Música) e Magal (Mixagem), além de Renato Lopes, que não foi seu professor na faculdade, mas que muito contribuiu para o desenvolvimento de seu gosto pela música eletrônica, tornando-se uma referência para ele.

DJ

Como DJ, Pablo possui técnica apurada e conexão total com diversas mídias, desde toca-discos até CDJs – “e se for necessário, eu mixo até radinho de pilha”, brinca. Transitando por diversas vertentes eletrônicas, seu som carrega toda bagagem que trouxe desde o início dos anos 90, o boom do techno de Detroit, da house e acid house, jungle, drum’n'bass, downtempo. Na maioria da vezes, ele prefere passear por sonoridades diversas e criar sets de mixagens profundas e envolventes. PJ Waldman conta estórias através de sua música e desenvolveu linguagem e técnicas próprias. Ultimamente, em seus DJ sets, PJ tem preferido linhas macias e dançantes, charmosas e cheias de encanto, quase sempre acrescenta um toque latino e sensual. Suas mixagens são quase cirúrgicas – muitas vezes usando três decks, tamanha sua versatilidade. Já tocou em algumas capitais do Brasil, em Buenos Aires, Chillán (Chile) e Punta Cana (República Dominicana). Seu intuito é desenvolver um som que se integre ao ambiente. Já compôs trilhas para lounges de eventos como SPFW e restaurantes, além do habitual som de pista. Como produtor, Pablo usa alguns pseudônimos:

Pablo Jorge é seu trabalho de música autoral, seu projeto solo mais relevante e de linguagem própria. Aqui Pablo transita pelo acid jazz, house, tecno, dub, hip hop, dubstep, downtempo e IDM.
Fitak7 é seu projeto de remixes e bootlegs; bastard pop e mashups, em que utiliza diversas técnicas para interagir com a música de outros artistas, dando um tom irreverente às produções.
Orquestra de Laptops, seu projeto mais complexo, no qual Pablo Waldman dirige um coletivo/cooperativo que abrange várias artes além da música. Sua paixão por música erudita e a frustração por não ser um compositor clássico fez com que Pablo Waldman coordenasse, desde 2006, a Orquestra de Laptops. Esse projeto, que venceu o edital da Secretaria de Cultura em parceria com a Secretaria da Educação, foi montado no Sabina Escola Parque de Conhecimento em Santo André.

Pablo Waldman, além de diretor, compõe e coordena a execução da montagem com mais de 20 artistas. Misturando diversos tipos de artes, o grupo multimídia interpreta música erudita e executa música experimental como nunca antes visto. As interpretações contam com interações de vídeo através da tecnofagia de Pozzitrev, vídeos criados pela própria Orquestra que, editados por PJ e Thiago Wherneck, junto ao vídeo mapping da Sala 28 completam o espetáculo.
A Orquestra conta com grande repercussão na mídia e já alcançou destaque em grandes emissoras de TV, como Rede Globo e TV Cultura. Chegou a ser capa de jornal como o Diário do Grande ABC. Por todo Brasil, o projeto já atingiu a mídia impressa e digital. Confira entrevista para a rádio Eldorado e matéria no portal G1.

2011

Este ano promete muitas novidades. PJ Waldman está finalizando seu álbum “A Vida É Você Quem Faz”, que será lançado no segundo semestre. Em janeiro, Pablo lançou pelo coletivo “the29nov” (Sebastian Kökow e Kevin Paschold), o videoclipe de uma das músicas desse novo álbum, “Brisa Boa”, uma celebração à natureza.
“Brisa Boa” foi oficialmente lançada em março pelo Tranzmitter (netlabel paranaense de Marcos Paulo Tiago) junto com outros produtores nacionais em uma coletânea de aniversário do selo. No final de março, PJ partiu pra viagem mais louca de sua vida: em um ano e meio, ele passará por mais de vinte países com seu notebook debaixo do braço, distribuindo e compondo música; passando pela América do Sul, Europa, África, Ásia e Oceania; e em países como Marrocos, Espanha, França, Suíça, Alemanha, Croácia, Itália, Malásia, Bali, Tailândia, Indonésia, Índia, China e Austrália, entre outros.

***

Info Sets


Sunset @ Déjà Vu, Bali
“Um dos momentos mais mágicos de toda minha vida foi estar na Indonésia e nesse dia, criar um set envolvente, charmoso, sexy, sutil, de linhas confortáveis e estimulando os sentidos. Com esse DJ set, levei à Indonésia um pouco da cultura Ocidental com pitadas latinas e influências do Velho Mundo. O set foi gravado no clube Déjà Vu, na praia de Legian, em Bali. Esse clube fica de frente pro mar e tem uma atmosfera incrível! A ideia foi criar um clima agradável para quem estava desfrutando do maravilhoso por do sol, tomando drinks deliciosos. Um clima mágico, num lugar paradisíaco, com pessoas legais e um som de ótima qualidade. Essa foi a segunda vez que toquei neste clube. Três dias antes já havia tocado à noite um DJ set mais forte, puxado pro Tech House. Ao meu ver, esse é o melhor clube de Legian: despretensioso e moderno, misturando a cultura Oriental e Ocidental com extrema delicadeza. O DJ set tem faixas de Nicolas Jaar, Azari III, Maceo Plex, Solomun, Jamie Woon, James Blake e Cassius when the sun goes down hahaha. É um set leve e de extremo bom gosto para pessoas que têm um ouvido e gosto apurados, que sabem admirar boas e profundas mixagens aliadas à músicas vanguardistas e envolventes. Imagine uma praia azul piscina na sua frente, um som rolando e aquele clima que somente Bali pode proporcionar, com pessoas de todas as partes do mundo querendo somente se divertir!”

Não Faixxx A Egípcia ( Farao’s DJ Set)
“Primeira gig de PJ Waldman no continente africano, em meio a grande crise vivida no ano de 2011. Esse DJ set gravado em Alexandria em águas egípcias, a bordo do navio Norwegian Jade, em novembro, foi uma experiência diferenciada devido a grande pressão que havia ocorrido no dia em que a praça Tahrir (a maior praça pública do Egito) onde soldados haviam matado manifestantes sem o menor pudor. As ruas estavam fechadas no Cairo pela manifestação e havia um clima  tenso em todos os lugares. As pessoas estavam meio em choque com os confrontos mas ao mesmo tempo, admiradas após visita às pirâmides. A dificuldade foi criar um ambiente que levasse essas pessoas para outro lugar, mais leve, tranquilo e divertido. Esse DJ set charmoso e dançante deu uma reciclada na energia do lugar com suas nuances e melodias interessantes e com músicas de produtores como: Joe Goddard, Kiki, Visionquest, Pawel. Tolga Fidan, Walter Jones, DJ Yellow, Maceo Plex, Azari & III, Jin Choi, entre outros.”

Insomnia 9 Anos – DJ Set
“Nesse DJ set gravado no aniversário de 9 anos do after hours Insomnia, aproveitando a liberdade de estilos da festa, toquei sons que normalmente não toco, dando total ênfase às linhas fortes de baixo e a break beats poderosos. Set explosivo, cheio de energia, que fez a pista tremer e a galera enlouquecer com músicas bem alternativas e diferentes do que estamos acostumados a ouvir em São Paulo. Com faixas de Ed Solo, Beat Assassins, Stanton Warriors, Kultur and Colombo, 4kuba, Cereal Killaz, Access Denied, General Midi, entre outros. Esse mix é certamente uma explosão de energia e um convite pra sair pulando na sala de casa… somente para os fortes! : )”

 

Tu Di Bão
“DJ set de presente de aniversário para o deepbeep, gravado com muita alegria e descontração; super dançante, anima qualquer festinha! Com mixagens profundas, envolventes e cheias de remelexo, as faixas de Aashton & Swift, Osunlade, Lo.Max, Jay Shepheard, Ewan Pearson, Dixon, Martyn, Ben Westbeech, Solomun, Lee Burton, Betoko, entre outros, formam um mix exclusivo e bem homogeneo, perfeito para pessoas de muito bom gosto! Dê play e aproveite! : )”

Back to Techno
“DJ set mega dançante e pra frentexxx (risos), cheio de músicas que estou levando pra tocar em Nova York na festa RESOLUTE (voltada ao techno e vertentes) em novembro. O set passeia por nuances da techno music, começando mais leve até ficar bem forte e voltar pra uma linha mais tênue, com faixas de Mulder, Sian, Gesaffelstein, Marco Lys, John 00 Fleming, Julian Jeweil, entre outros. Te convido a fechar os olhos e dançar, mesmo que seja na sala de casa!”

contato

SoundCloud PJ Waldman
SoundCloud Sweetflower
SoundCloud FitaK7
SoundCloud Orquestra de Laptops
Mixcloud
Vimeo
Facebook

comente

  1. avatar

    Lucian disse em 3 de novembro de 2011

    Show!

    Parabéns Pablo!
    Abrass!

  2. avatar

    Lybanesa disse em 5 de agosto de 2011

    PARABÉNS,PABLO!!!

    UM TRABALHO PARA QUEM ENTENDE!!!

    MAIS UMA FÃ

    Lybanesa*

    • avatar

      PABLO WALDMAN disse em 7 de agosto de 2011

      OBRIGADO QUERIDA !!! FICO FELIZ QUE GOSTASTE !!! : )

avatar

Pablo Jorge

acompanhe