Ney Faustini lança novo EP pelo selo Foul & Sunk

 foto: Felipe Moreira

O DJ e produtor paulistano Ney Faustini lançou recentemente o EP “Sleepless”, pelo selo suíço Foul & Sunk (ouça aqui). Aproveitando a ocasião, ele conversa conosco sobre esse trabalho e ainda nos oferece um set novo e exclusivo, 100% vinil. Confira a entrevista seguida do mix com o tracklist:

O que você reuniu nesse set para o deepbeep? Qual o clima e as inspirações?

Tenho comprado muita coisa em vinil, em especial selos que não vou encontrar digital. Só tenho conseguido ouvir meus discos com calma nos finais de semana, então em uma dessas tardes decidi gravar um set só com vinil. Alguns dias antes de gravar recebi o test press do meu EP, que pude incluir no set. Não sou purista, e toco com CD também, mas o prazer de tocar com discos é sempre diferente. Separei inicialmente uns 30 discos e deixei rolar num clima mais deep, com influências dub e de Detroit.

Você acabou de lançar o EP Sleepless pelo selo suíço Foul & Sunk. Como foi o processo de gestação desse trabalho e qual foi o clima e a cara que você quis dar a ele?

Conheci o selo no final do ano passado, através dos dois primeiros releases deles. Entrei em contato, mandei algumas faixas e assinamos a ‘Sleepless’. Terminei em seguida a ‘No More Chances’ e ‘The Name Of The Game’, e fechamos o EP. Me identifico bastante com o conceito musical do selo, que é basicamente house, mas com influências variadas. Acho que meu EP representa um pouco disso, com um lado mais deep, e outro um pouco mais techno. Havia três lançamentos já agendados antes do meu, e a previsão inicial era pra sair Agosto, mas acabou demorando mais alguns meses, e saiu oficialmente dia 28 de Novembro, com lançamento digital para meados de Dezembro. Por ser meu primeiro vinil, foram meses de ansiedade, mas que valeram a pena. A primeira semana de vendas foi boa e é gratificante saber que produtores que acompanho há algum tempo como Trickski, Rainer Trüby e Shur I Kan já vinham tocando as faixas. 

Como você chegou a esse título, ‘Sleepless’, o EP foi feito em momentos insones?

Exatamante (risos).  Eu trabalho de dia, então a música ainda fica restrita às noites (e madrugadas) e aos finais de semana. Quando a inspiração vem, no início da noite, eu tenho que aproveitar. Sou notívago, e já aconteceu de estar deitado na cama, ter uma ideia e reabrir o projeto. Além disso, não sou muito prolífico e demoro alguns dias, noites, ou semanas pra ficar satisfeito com a versão final de uma música.

Qual foi o balanço geral do ano pra você? Quais foram os pontos altos?

Musicalmente falando, foi um ótimo ano. Pessoalmente, a minha ida a Berlim ano passado, onde fiquei por 2 meses, continuou influenciando de alguma forma nas minhas produções e nos meus DJ sets. Produzi menos músicas do que eu queria, mas foi um ano inspirador e de muito aprendizado técnico. Tive ótimas gigs no D-Edge e outras memoráveis no projeto D-Edge Showcase, na Terraza da Pacha Floripa, que foi uma das melhores novidades do ano, e que vai dar muito o que falar em 2013. Num aspecto mais geral, destaco a edição do Sónar, em São Paulo, que foi meu evento favoritono ano, e que mesclou artistas de alto nível, para todos os gostos.

O que você escutou até furar o disco em 2012? 

Levon Vincent. Compro tudo o que esse cara lança, e o Fabric Mix dele veio em boa e merecida hora.

Quais os planos, projetos e novidades para os próximos meses?

Estou com algumas músicas pra terminar, e tentando fechar outras pra lançar. O começo do ano deve ter novidades, mas preciso de algumas confirmações ainda. Em fevereiro vou entrar com uma faixa em um EP V/A com outros 3 artistas, por um selo inglês que será só em vinil. Estou curtindo trabalhar em colaborações também, e já iniciei trabalhos com o Ale Reis, L_cio e The Soul Architect. Mais uma viagem pra Europa, no meio do ano, também está nos planos.

Vinyl Mix

01. Ashes To Machines – Resistance (Ji Dru & Sandra Nikake Remix) [Leleka]
02. Chez Damier – Why (D’s Deep Mix) [Mojuba] 
03. Ney Faustini – No More Chances [Foul & Sunk]  
04. Move D – Untitled [Workshop] 
05. Andres – Skate This Way [La Vida]  
06. The Nathaniel X Project – Eye-Lust [Undertones]  
07. Unknown [WBTTU] 
08. Life Recorder – No Look Back [Aesthetic Audio] 
09. Timnah Sommerfeldt – Feel Me Up (Her Mix) [Enterbt] 
11. Slowhouse 003 B2 [Slowhouse]
12. DJ Qu – Times Like This [The Corner] 
13. Eduardo De La Calle – The Guy From Hackney [Appian Sounds]  
14. Big Strick feat Omar-S – Familly Affair [7 Days Ent.] 
15. FunkinEvil – Dusk [Wild Oats] 
16. Soulphiction – Get It Right (Evil Version) [Perlon] 
17. The New Tower Generation – Take My Hand [Praterei] 
18. B-Tracks – Crisis [Supply Records] 
19. Rhauder feat Paul St. Hilaire – Sidechain [Ornaments]

avatarEscrito por deepbeep em 11 de dezembro de 2012

comente

  1. avatar

    Renee disse em 13 de dezembro de 2012

    Bela tracklist, muito bom gosto Ney, parabéns!

avatar