dbmixtape Marcus Preto

Jornalista e diretor artístico de artistas como Gal Costa e Tom Zé, Marcus Preto fala sobre sua intensa relação com a música brasileira e apresenta uma dbmixtape com faixas de artistas clássicos e revelações da MPB, amados e alguns produzidos por ele. Na entrevista, ele conta como é coordenar um disco e um show da Gal e como é escrever a biografia de Tom Zé.

últimos podcasts

Lucas Fernandes é produtor à frente de diversas assinaturas de música eletrônica, sendo akaaka a sua mais preponderante, misto de futurebeats, bass music e outras sensibilidades harmônicas. De Bauru, interior de São Paulo, ele vem se destacando via selos afiliados, produtores amigos, faixas, sets e um lindo álbum (“Framework”). Agora akaaka expõe seus beats, recortes doidos e seleções no mix exclusivo do db230.

De Americana-SP para o mundo, passando pelo Rio de Janeiro, pela festa Discotech e por releases internacionais, DJ Glen transita entre o som autoral e as demandas de pistas do big room mais popular da eletrônica. Ele faz agora uma retrospectiva crítica e dançante de sua carreira e da cena como um todo nesse db229, venha ouvir!

arquivo de podcasts

db49 Voodoo Drops db79 Gil Riquerme

colunas

  • tumblr_nc39r2NP7t1rjh59qo5_1280
    Senǒide _ Destrinchando Arca e FKA Twigs

    Por Marco Antonio Androl

    Esqueça os critérios usados nos últimos quinze anos para perceber a Música – o paradigma mudou – estamos num momento de saída do minimalismo, na era da desconstrução do ritmo – descontinuado, dissolvido ou estilhaçado – dos glissandos velozes e aleatórios, dos sons dramáticos e do barroco tribal, do esgotamento dos revivalismos do século 20 e, […]

  • Fabrice_Lig_Presse_pic_2014_5
    FABRICE LIG 
- The Galactic Soul Odyssey

    Por Alain Patrick

    Behind the new album’s elements & influences Fotos: Divulgação A longa jornada ao velho continente chegava ao fim, e o destino final era a cidade industrial de Charleroi, Bélgica, onde se situava o estúdio do produtor Fabrice Lig. Após passar uma tarde no museu de fotografia de Charleroi (altamente recomendado, por sinal), finalmente nos encontramos. […]

Leia mais colunas

últimas notícias

  • capa do 1o disco
    Compilação apresenta a Frente Bolivarista

    Surge mais um selo incumbido de, a partir do olhar brasileiro, mapear a rica e rítmica música latina, tropical. É a Frente Bolivarista, capitaneada pelo DJ e produtor carioca Daniel Lucas, agora sob o codinome Pigmalião, que compilou 14 músicas de diferentes artistas para apresentar e amarrar a identidade do selo.

  • É o Bowie?
    MECA Festival @ São Paulo (24/01/15)

    O electro-pop é o novo indie, como comprovou a divertida edição do festival MECA na capital paulista, que tomou palco em um amplo e bonito hangar do Campo de Marte. A dupla AlunaGeorge arrasou na mistura de beats, de sensualidade R&B e voz afiada, soltando até a “White Noise” do Disclosure, que tem voz de […]

  • murphy
    Sons de James Murphy baseados em partidas de tênis

    Liberto do sucesso inerente ao LCD Soundsystem, James Murphy tem trabalho em atividades tão díspares como long-sets no Despacio e sua própria marca de café. Recentemente o músico foi comissionado pela IBM para criar músicas a partir de uma avalanche de informações computadorizadas durante as centenas de partidas torneio de tênis U.S. Open.

  • 90 chibatadas e teclados destruídos por música não-islâmica (Reprodução/Syria Tube)
    Estado Islâmico: 90 chibatadas por causa de teclados eletrônicos

    O jornal britânico DailyMail noticia que dois homens foram condenados pela polícia do Estado Islâmico a 90 chibatadas em público por estarem tocando música em teclados eletrônicos, algo que, segundo a interpretação radical da Charia (a lei islâmica baseada no alcorão), tratava-se de música “não-islâmica” e passível de castigo bruto.

Acompanhe mais notícias no blog